Para Sempre Um Novo Eu

Para sempre um novo eu PDF
Author: Paula Quintão
Publisher: Suban
ISBN: 855872007X
Size: 45.74 MB
Format: PDF, Kindle
Category : Sports & Recreation
Languages : en
Pages : 192
View: 1022

Get Book

Somos seres em transformação. Hoje, versões melhores do que éramos ontem. E assim, de passo em passo, nossas histórias são capazes de nos trazer novos olhares, novas descobertas, um novo EU. Ao longo dessas páginas é possível caminhar ao topo do Monte Roraima ao lado de Paula Quintão, mas além dele, para uma bela e inspiradora história de superação e transformação. ______ Paula Quintão, em seu livro de estreia Para sempre um novo EU, agora em sua segunda edição, traz um relato emocionante e envolvente sobre sua primeira expedição ao topo de uma montanha. Nada mais nada menos do que o imponente e místico Monte Roraima. Uma expedição que não só movimenta seu corpo, mas também sua alma.

Voc E Eu Para Sempre

Voc   e eu para sempre PDF
Author: Francis Chan
Publisher: Editora Mundo Cristão
ISBN: 8543301408
Size: 70.10 MB
Format: PDF, Docs
Category : Religion
Languages : pt-BR
Pages : 129
View: 2270

Get Book

"Você e eu para sempre" não é mais um típico livro sobre casamento. Embora existam várias obras disponíveis com dicas realmente úteis sobre como melhorar o relacionamento entre marido e mulher, Francis e Lisa Chan partem da perspectiva da eternidade como elemento influenciador das decisões do presente. O casal explica o conceito bíblico por trás de um relacionamento a dois capaz de satisfazer as necessidades mais profundas da alma dele e dela. À medida que essa necessidade de ambos é satisfeita, as questões do dia a dia passam a ser tratadas sobre uma ótica em que a felicidade será, de fato, para sempre. Este livro fala sobre amar um ao outro para sempre e mostra que casamento e eternidade podem formar um par ideal. "Você eu para sempre" é diferente de tantas obras sobre casamento, mas, se você está em busca de experimentar uma vida a dois abençoada por Deus, Francis e Lisa Chan poderão ajudá-lo a compreender que é a partir da perspectiva do longo prazo oferecido por Deus àqueles que o amam que as questões do cotidiano podem ser mais bem equacionadas. Descubra como dar um novo e eterno sentido ao seu casamento.

Para Sempre E Mais Um Dia

Para Sempre     E Mais Um Dia PDF
Author: Ulrike Maria
Publisher: Babelcube Inc.
ISBN: 1507179901
Size: 13.96 MB
Format: PDF, Kindle
Category : Self-Help
Languages : pt-BR
Pages : 168
View: 5796

Get Book

A vida é eterna. Contudo, dia após dia, temos de viver os 365 dias do ano neste mundo de problemas e atribulações. Mas, ainda cá estamos – aqui e agora! Por vezes, o leitor vai notar que os capítulos diários saltam de uns assuntos para outros, mas é assim que a minha mente assimila novas ideias, e procura compreender conceitos diversificados e complexos. Sendo uma leitora ávida, procurei incorporar os meus pensamentos nas conclusões a que cheguei e partilhar o meu crescimento pessoal. Alunos, leitores e pessoas desconhecidas, todos contribuíram com os seus casos da vida real para que este livro se tornasse um documento vivo sobre o que acontece durante a busca de revelação e aperfeiçoamento espiritual estádio de desenvolvimento, uma jornada comum de partilha para todos aqueles que se interessam por este tema. Neste livro, vai conhecer os problemas de várias pessoas, todas elas em busca da Verdade, enfrentando os seus desafios pessoais, tudo contado numa linguagem simples e prática. Nós somos a “luz que brilha para toda a eternidade”... Aproveite o melhor que possa os 365 dias deste ano, e todos os outros que esperam por si enquanto viver neste mundo físico!

Das Schicksal Ist Ein Mieser Verr Ter

Das Schicksal ist ein mieser Verr  ter PDF
Author: John Green
Publisher: Carl Hanser Verlag GmbH Co KG
ISBN: 3446240934
Size: 72.89 MB
Format: PDF, ePub, Mobi
Category : Juvenile Fiction
Languages : de
Pages : 288
View: 4012

Get Book

„Krebsbücher sind doof“, sagt die 16-jährige Hazel, die selbst Krebs hat. Sie will auf gar keinen Fall bemitleidet werden und kann mit Selbsthilfegruppen nichts anfangen. Bis sie in einer Gruppe auf den intelligenten, gut aussehenden und umwerfend schlagfertigen Gus trifft. Der geht offensiv mit seiner Krankheit um. Hazel und Gus diskutieren Bücher, hören Musik, sehen Filme und verlieben sich ineinander - trotz ihrer Handicaps und Unerfahrenheit. Gus macht Hazels großen Traum wahr: Gemeinsam fliegen sie nach Amsterdam, um dort Peter Van Houten zu treffen, den Autor von Hazels absolutem Lieblingsbuch. Ein tiefgründiges, emotionales und zugleich freches Jugendbuch über Krankheit, Liebe und Tod.

O Chamado Da Noite

O chamado da noite PDF
Author: Carlos Ribeiro
Publisher:
ISBN:
Size: 68.31 MB
Format: PDF, Docs
Category :
Languages : pt
Pages : 107
View: 4508

Get Book


Al M Do Corpo

Al  m do corpo PDF
Author: Solange Frazão
Publisher: Buzz Editora
ISBN: 6586077788
Size: 67.51 MB
Format: PDF, Kindle
Category : Body, Mind & Spirit
Languages : de
Pages : 176
View: 7041

Get Book

"Um corpo saudável é o que todo mundo busca. E para uma mulher lidar com tantas demandas externas, não é só o corpo que precisa estar saudável. A mente, o espírito e as emoções devem ser cuidadosamente observados. Através de sua história, criando três filhos sozinha e enfrentando muitos desafios na vida pessoal e na profissional, Solange Frazão narra como conquistou resiliência, autonomia e saúde física, mental, emocional e espiritual para lidar com os obstáculos que surgiam em seu caminho. Os preconceitos, as decepções e os percalços não a fizeram desistir e se tornaram sua maior fonte de força em sua jornada rumo ao reconhecimento profissional. O caminho pode ser difícil, mas, além do corpo, existe uma força interna que toda mulher precisa resgatar para viver sua vida com plenitude e realizar seus sonhos. E é esta força que você irá resgatar com este livro. "

Sempre Ao Seu Lado

Sempre ao Seu Lado PDF
Author: Crista McHugh
Publisher: Crista McHugh
ISBN: 194662019X
Size: 25.63 MB
Format: PDF, ePub, Docs
Category : Fiction
Languages : en
Pages :
View: 2877

Get Book

Melhores amigos podem se tornar amantes em frente às câmeras? O ator de cinema Gideon Kelly sempre teve uma queda secreta pela amiga e assistente de longa data, Sarah. Um beijo ardente é tudo o que ele precisa para se convencer de que ela é a única mulher para ele, e Gideon fará todo o possível para provar a ela que eles podem ter um romance épico de Hollywood. Sarah Holtz alcançou o estrelato ainda criança, mas, ao fim da adolescência, seus dias de fama chegaram ao fim. Gideon estava lá para ajudá-la a reconstruir sua vida e agora ela ama a vida que leva, distante dos flashes dos paparazzi. Não querer abrir mão da sua privacidade é a única coisa que a impede de explorar algo mais com ele. Quando um vídeo do beijo entre os dois se torna viral, ela se pergunta se vale a pena voltar à vida pública para se tornar a parceira dele, dentro e fora das telas. Recomendado para aqueles que gostam de: • Histórias sobre amigos que se tornam amantes • Romances de Hollywood • Casamentos em Las Vegas • Histórias sobre casamentos repentinos • Histórias sobre segundas chances • Amigos que adoram uma boa pegadinha

Um Novo Rumo Para O Brasil

Um novo rumo para o Brasil PDF
Author: Partido Comunista do Brasil. Congresso
Publisher:
ISBN:
Size: 61.50 MB
Format: PDF, Mobi
Category : Communism
Languages : pt
Pages : 360
View: 4394

Get Book


B Cher Ffnen Welten

B  cher   ffnen Welten PDF
Author: Colin Thompson
Publisher:
ISBN: 9783890827551
Size: 61.33 MB
Format: PDF, Mobi
Category :
Languages : en
Pages : 32
View: 3901

Get Book


Passagem Para A Saudade

Passagem Para A Saudade PDF
Author: Marcos Avelino Martins
Publisher: Clube de Autores
ISBN:
Size: 31.37 MB
Format: PDF, Kindle
Category : Poetry
Languages : pt-BR
Pages : 120
View: 6931

Get Book

66º livro do autor das seguintes obras, todas elas publicados no Clube de Autores e na Amazon, em versão impressa e digital: 1. OS OCEANOS ENTRE NÓS 2. PÁSSARO APEDREJADO 3. CABRÁLIA 4. NUNCA TE VI, MAS NUNCA TE ESQUECI 5. SOB O OLHAR DE NETUNO 6. O TEMPO QUE SE FOI DE REPENTE 7. MEMÓRIAS DE UM FUTURO ESQUECIDO 8. ATÉ A ÚLTIMA GOTA DE SANGUE 9. EROTIQUE 10. NÃO ME LEMBREI DE ESQUECER DE VOCÊ 11. ATÉ QUE A ÚLTIMA ESTRELA SE APAGUE 12. EROTIQUE 2 13. A CHUVA QUE A NOITE NÃO VIU 14. A IMENSIDÃO DE SUA AUSÊNCIA 15. SIMÉTRICAS – 200 SONETOS (OU COISA PARECIDA) DE AMOR (OU COISA PARECIDA) 16. AS VEREDAS ONDE O MEU OLHAR SE PERDEU 17. A MAGIA QUE SE DESFEZ NA NOITE 18. QUAL É O SEGREDO PARA VIVER SEM VOCÊ? 19. OS TRAÇOS DE VOCÊ 20. STRADIVARIUS 21. OS SEGREDOS QUE ESCONDES NO OLHAR 22. ATÉ SECAREM AS ÚLTIMAS LÁGRIMAS 23. EROTIQUE 3 24. OS POEMAS QUE JAMAIS ESCREVI 25. TUA AUSÊNCIA, QUE ME DÓI TANTO 26. OS DRAGÕES QUE NOS SEPARAM 27. O VENTO QUE NA JANELA SOPRAVA 28. EROTIQUE 4 29. A NOITE QUE NÃO TERMINOU NUNCA MAIS 30. AS HORAS QUE FALTAM PARA TE VER 31. OLYMPUS: LIVRO 1 – EROS (1ª PARTE) 32. OLYMPUS: LIVRO 1 – EROS (2ª PARTE) 33. NO AR RAREFEITO DAS MONTANHAS 34. VOCÊ SE FOI, MAS ESTÁ AQUI 35. O AMOR QUE SE FOI E NÃO VOLTOU 36. OS VÉUS DA NOITE 37. OLYMPUS: LIVRO II - ARES, ARTHEMIS, ATHENA, CHRONOS, HADES, MORPHEUS E POSEIDON 38. MADRUGADAS DE SEDUÇÃO 39. O LUAR QUE EM TEUS OLHOS HABITA 40. QUANDO SUA AUSÊNCIA ERA TUDO QUE HAVIA (contos e crônicas) 41. ESSA SAUDADE QUE NÃO QUER IR EMBORA 42. OLYMPUS: LIVRO 1 – EROS (3ª PARTE) 43. UM ÚLTIMO BEIJO EM PARIS 44. OLYMPUS: LIVRO III – APHRODITE, APOLLO, EREBUS, GAIA, HERA E ZEUS 45. DE QUAL SONHO MEU VOCÊ FUGIU? 46. O LABIRINTO NO FIM DO POEMA 47. CADÊ O AMOR QUE ESTAVA AQUI? 48. OS RIOS QUE FOGEM DO MAR 49. ÚLTIMOS VERSOS PARA UM PERDIDO AMOR 50. OLYMPUS: LIVRO IV – PANTHEON 51. AH, POESIA, O QUE FIZESTE? 52. UM VERSO SUICIDA 53. ELA SE FOI, E NEM DEIXOU MENSAGEM 54. A NAVE QUE TE LEVOU PARA LONGE 55. EROTIQUE 5 56. O LADO NEGRO DA POESIA 57. UM OLHAR VINDO DO INFINITO 58. APENAS UM CONTADOR DE HISTÓRIAS 59. RÉQUIEM PARA UM AMOR NAUFRAGADO 60. OLYMPUS: LIVRO V – THESSALIA 61. POETICAMENTE TEU 62. AQUELA NOITE DO ADEUS 63. PASSOS QUE SE AFASTAM NA NOITE 64. FRAGMENTOS DE UM SONHO QUE PASSOU 65. OLYMPUS: LIVRO VI – PARTHENON Alguns trechos: “Mas mesmo aquele olhar de amor tão puro, / Não consegue reacender o pavio apagado, / Ou devolver a luz ao fim desse túnel escuro / Que leva para onde meu barco jaz, naufragado, / Ancorado para sempre ao fundo das dores” “E desde então, eu de novo a procuro, / Entre as esquinas dessa cidade imensa, / Mais um louco a vagar por aí, em cada rua, / Em cada bar lotado, em cada beco escuro! / Será que minha insanidade terá uma recompensa, / E alguma noite a verei, voando sob a luz da lua?” “Dê uma bicada devagar na minha vodka, / E admire no espelho nosso erótico reflexo, / E sob essa dosagem alcoólica nada módica, / Recite em meus ouvidos versos sem nexo!” “Aquela cena trágica tirou-me do casulo, / No qual me refugiara, como uma crisálida, / Um invólucro debaixo do qual dissimulo / Minha compaixão, que voltou a ser cálida!” “Foi num dia cinzento / Que você foi embora, / E desde esse momento, / Minha Poesia ainda chora!” “Chuva, cai silente, / Cai mansinho, / Mas não sei porque, / A chuva, docemente / Traz num torvelinho / Tanta saudade de você!” “Eu a olhei, sério, e lhe disse que pensasse bem, / Pois eu já passara daquela fase de molecagem, / E não queria começar um novo caso com alguém / Como ela, muito acelerador para minha pouca frenagem!” “Com você, foi-se tudo o que era bom, / Exceto a Poesia, mas o que me importa? / Tudo o que eu queria era ouvir o som / De sua chave outra vez girando na porta!” “Por que seu vulcão se tornou extinto / E cinzas tomaram o lugar de seu fogo? / Por que ao vê-la tanta dor eu sinto / Por nunca ter feito parte de seu jogo?” “É irracional essa saudade que tenho / Por você, que já não me ama, / Desce uma lágrima, franze-me o cenho, / Nessa tristeza que de minha alma derrama.” “Pilotando esse coração desmiolado, / Navego entre naufragados navios, / Atrás de sereias com seu canto encantado, / Mais sinuosas do que as curvas dos rios.” “Até quando conseguirei assistir / A esse apelo que leio em sua pupila, / Quanto tempo ainda conseguirei resistir / A esse meu desejo insano de possuí-la?” “O que fiz para merecer esses teus sorrisos, / Se não sou nada além de um poeta caótico? / Quantos versos de amor serão precisos / Para manter longe de nós esse pesadelo gótico” “Ah, ausência que me devora, / Por que ainda devo guardá-la, / Se até hoje ainda me apavora, / Essa saudade que me apunhala?” “Tudo acabou, / Onde havia nós dois, ficou um vazio, / A contar as memórias do que se viveu, / A última lágrima rolou, / Onde havia calor, só restou o frio, / E um último poema celebra um amor que morreu...” “Ó, Senhor dos vira-latas, / Não me deixe no abandono, / A depender só de minhas patas, / E proteja sempre o meu dono!” “Tentei invadir tua nave / Com minha Poesia lasciva / Mas fugiste como uma ave / De quem a quisesse cativa” “O que será que ela pensa que fiz, / A ponto de agredir-me dessa forma? / Por que ela tem tudo, mas vive infeliz, / E todo o meu amor não a transforma?” “Mas agora já é tarde demais / Para jogar minhas cartas na mesa, / Quem me mandou ignorar os sinais, / Se estava claro que não haveria defesa?” “Esse espelho miraculoso me leva ao passado, / Lembrando de nossa mágica primeira vez, / Naquele incrível fim de semana prolongado, / Onde conheci a resposta de todos os porquês,” “Poemas brotam de meus dedos, / Como flores nascem na primavera, / E me fazem revelar velhos segredos / Porque a Poesia não espera, / Não quer saber quem inventou / O amor onde só havia tristeza, / Depois que o último barco zarpou, / E só restara uma garrafa vazia sobre a mesa... “Mas não é amor ainda / Pois não sei / Se a paixão que vislumbro em tua face / Não é miragem ou o amor se esconde / Entre as lágrimas que vertem por teu rosto lindo” “Mas meus olhos e narinas ficaram insensíveis / E aquelas cores perderam o sentido, / Pois não há beleza no cemitério de uma paixão, / E a meus olhos se tornaram invisíveis / As flores e tudo que em meu jardim habita,” “Vamos juntos repartir as auroras / E acompanhar o Sol cair no horizonte, / E, depois de você em meu colo se deitar, / Vamos juntos compartilhar as horas, / E, enquanto jantamos, apenas me conte / Sobre essas maravilhas que vejo em seu olhar...” “E após nossas doces batalhas, / Sei que as migalhas (que orvalhas) / À tua imensa cama me levaram, / E às mãos que de mim abusaram, / Deixando-me quase prostrado, / Após uma noite de prazer e pecado!” “Por isto não sei se te amo, / Ou se esse sonho já passou, / Seremos flores do mesmo ramo, / Ou compartilhamos um sonho que passou?” “Os comentários eram diversos, / Todos eles lamentando o fim / Da fonte infinita desses versos, / Cada um deles com mais pena de mim.” “Ela se sentou ao meu lado / Na sala de cinema, / E olhou-me com olhar de pecado, / Tão linda como um poema!” “No fundo desse teu olhar esquisito / Existe um vórtice de ódio infinito, / Que me atrai rumo ao meu calvário, / Um asteroide a vagar em teu sistema planetário!” “E agora, nesses dias esquecidos, / Meu carro ficou sem gasolina, / De tanto buscar sonhos perdidos / Na padaria da esquina...” “Estou no fundo de um tanque, / Sem escafandro nem respirador, / Seria melhor escrever letras funk / Do que lindos versos de amor!” “E essa fome de você causa-me desvarios, / Pois, quanto mais vezes eu a vejo, / Com esses olhos profundos e bravios, / Mais ainda aumenta o meu desejo...” “Minha obsessão por rimas nobres / Há muito tempo já passou do limite, / Mas o que fazer, se detesto rimas pobres, / E na Poesia, não há nada que mais me irrite?” “Mas o tipo de terrorismo mais insidioso, / Que se esconde em refrigerados gabinetes, / É aquele do político sem consciência e libidinoso, / Que costuma morar em suntuosos palacetes,” “E a saudade chegou sem aviso, / Daquela nossa paixão de cinema, / E por isto escrevi de improviso / Esse triste e saudoso poema...” “Por que você não me deixa em paz / E vai assombrar outro de seus amantes? / Por que de minha sombra corre atrás, / A me vigiar em todos os instantes?” “Esses furacões que invadem nossas vidas, / Devastando paixões ensandecidas, / Destruindo nossas ilusões em série, / E corações naufragados na intempérie!” “Nesse indecifrável garrancho, / No simulacro de vida que me sobrou, / Entre lágrimas me desmancho, / Ao perceber que meu barco naufragou / Ao ver meu coração pendurado num gancho,” “Ela me deu um esporro / Só porque cheguei atrasado, / Agora, não sei se fico ou se corro / Para um lugar menos gelado!” “E onde haviam dois, agora só há um, / Solitário e triste, mesmo não estando sozinho, / Pois nada há mais triste do que olhos vazios, / A solidão disfarçada atrás de um cálice de vinho, / E a desilusão escondida atrás de olhos sombrios...” “Os tempos varrem / Para debaixo do armário, / Onde talvez se esbarrem, / Páginas rasgadas de um diário!” “A Poesia está em todos os lugares, / Mas só quem ama pode descobri-la, / No leito do mais remoto dos mares, / No fundo da mais brilhante pupila!” “Depois de noites vadias, / Submerso em frágeis delícias, / E ressurjo em quartos esquecidos / Onde, quando acordo, / Vejo rostos desconhecidos / Dos quais não me recordo,” “Poetas inventam novas gírias, / Que rimam com palavras estranhas, / Traduzem antigas epopeias assírias, / Versos em árabe frequentam suas entranhas!” “Li agora mesmo no jornal local, / Com tristeza e profundo pesar, / Uma breve nota de falecimento, / Pelo fim já previsto do nosso amor.” “Entre tantas perdas / E poucos ganhos, / Minhas duas mãos esquerdas / Estão cheias de lanhos, / E, cansadas de esmurrar facas, / Cada vez mais pontudas,” “Foi muito depois da meia-noite, / Minutos após ela voltar para casa, / Feliz e com o corpo saciado, / Por horas de paixão e loucura, / Que eu descobri que a amava, / E, louco, nunca lhe dissera, / Mesmo porque ainda não sabia!” “Leve-me em seu coração / Por onde você for, / Lembre-me de nossa paixão, / Que acabou virando amor.” “Faças tudo para sermos felizes, / Não deixes o amor deixar cicatrizes, / Juntemos nossos corpos ferozes, / E chega de encontros velozes, / Com tua doce seiva me lambuzes, / Enquanto sem censura me seduzes...” “Let’s go for a walk on the beach / Putting our footprints in the sand / Under that moon so out of reach / Letting our hearts each other mend”